E agora? Acertar ou não errar?

Sem comentários
Acertar ou não errar

Todos os dias, diversas pessoas saem de casa com o objetivo de acertar e outras tantas só saem de casa com o simples objetivo de não errar… Agora, será que isso tem alguma diferença na nossa vida e nos resultados que queremos obter em nosso dia a dia?

Pode ser que quando a gente sai de casa para não errar, a gente sai num estado de espírito muito mais resistente, temeroso e, consequentemente, os nossos resultados não serão tão positivos ou superados.

Pensando assim, por exemplo, quando estamos nos papéis de pais, professores ou líderes ou de alguma organização e orientamos os nossos filhos, alunos ou funcionários da equipe apenas para o movimento do “não errar”, pode ser que estejamos “treinando” pessoas para saírem de casa apenas para evitarem o erro. Porém quando agimos dessa forma e falamos de erro, falta-nos a compreensão de que errar faz parte de todo processo criativo.

Por isso, vale a pena tentar compreender se estamos saindo de casa com o objetivo de acertar ou de não errar. Porque assim vamos entender o real motivo pela qual a nossa vida, profissão, evolução não mudam e não trazem resultados esperados, pois veremos o quão resistente e temerosos somos em relação aos riscos que assumimos e a falta de exposição ao novo que nos freia.

Se desde de pequenos educamos os nossos filhos ou se fomos educados para arriscar até acertar os nossos objetivos, mesmo que errando, conquistamos o objetivo do aprendizado de algo novo que talvez se não tivéssemos tentado não aprenderíamos. Então vale apena sair de casa para acertar na vida.

Logo notamos que vale a pena pensar em como que está o nosso estado de espírito a cada dia em que saímos da nossa casa em busca dos nossos objetivos. Ou seja, saímos de casa com o intuito de acertar ou não errar?

 

🍎 Eduardo Zugaib – Profissional de Comunicação e Desenvolvimento Humano, atividades que se misturam ao longo de mais de 25 de anos de carreira. Escritor e conferencista em nível nacional. São mais de 10 anos provocando e inspirando pessoas e organizações para uma vida com mais Propósito, Protagonismo e Performance.

Assista também ao vídeo: 

Artigo anterior
A parceria entre Razão e Coração
Artigo seguinte
Os três passos para a mudança

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Por favor insira um endereço de email válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu