A importância do bom humor

Sem comentários
A importância do bom humor

Uma das grandes conquistas minhas foi justamente no campo bom humor (pois é, por isso esse tem é bem particular para mim), pois pode parecer que eu nunca me achei uma pessoa mau humorada, mas eu era e ainda luto contra isso todos os dias!

E justamente por saber disso é que eu trabalho com o bom humor numa dose diária que eu tento sempre aplicar com uma brincadeira ou uma frase espirituosa de forma que isso provoque conexão com as pessoas.

Logo que alguém me segue no Facebook, por exemplo, e vê que eu publico uma ou mais piadas por dia, pode achar que eu trabalho assim de uma forma aleatória. Porém, na verdade, ali eu estou trabalhando seriamente, mas me conectando com ela através do bom humor.

Mas vamos combinar uma coisa, bom humor não significa ficar rindo de tudo e todos a todo instante. Isso me parece mais desespero! Pois parece uma pessoa desconectada da realidade e não consegue interpretar o cenário que ela está no momento. E se torna o que chamamos de uma pessoa boba.

Ser bem humorado significa ter leveza no modo de ver as coisas. É manter aberto os seus canais de criatividade, pois o mau humor pode fechar a nossa criatividade, isso porque a gente só enxerga a vida com os problemas que ela tem. Por isso eu digo que o bom humor aumenta nossa criatividade, pois amplia a nossa visão para além dos percalços.

Então, o mau humor pode até ser disfarçado como motivo de foco, mas ele te desconecta das pessoas e fecha a sua criatividade, te fazendo pensar, falar e reclamar sempre das mesmas coisa. Assim, opte pelo bom humor para te conectar às pessoas e você verá quanta coisa irá mudar.

🍎 Eduardo Zugaib – Profissional de Comunicação e Desenvolvimento Humano, atividades que se misturam ao longo de mais de 25 de anos de carreira. Escritor e conferencista em nível nacional. São mais de 10 anos provocando e inspirando pessoas e organizações para uma vida com mais Propósito, Protagonismo e Performance.

Assista também ao vídeo: 

Artigo anterior
Propósito: por quê, pra quê e por quem?
Artigo seguinte
Estamos numa crise de valores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Por favor insira um endereço de email válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu